Anticoncepcionais, Saúde da Mulher

ANGELIQ CONTROLE HORMONAL: TUDO SOBRE ELE!

angeliq

Toda mulher que sofre com os sintomas da menopausa, deveria fazer um tratamento de reposição hormonal. Muito conhecido, o Angeliq é um remédio de controle hormonal com poucos efeitos colaterais, pois é um medicamento de reposição hormonal de baixa dose.

Mas será que toda mulher no período da menopausa pode fazer uso do Angeliq? Quais são as contraindicações? De que é feito o Angeliq?

O Que é Angeliq?

Angeliq é um medicamento em forma de comprimido. Cada comprimido contém 1 mg de estradiol e 2 mg de drospirenona. Neste medicamento encontra-se substância como lactose moidratada, amido, povidona, estearato de magnésio, hipromelose, macrogol, talco, dióxido de titânio, pigmento de dióxido de ferro vermelho.

Para Que Serve o Angeliq?

Angeliq é um remédio para tratamento de reposição hormonal (THR) contra os sintomas da menopausa. A menopausa é o período após a última menstruação. Nesse período estão chegando ao fim o ciclo ovulatório no organismo da mulher, ou seja, a passagem da idade fértil para a fase não reprodutiva.

A menopausa se inicia 1 ano depois da última menstruação. O período antes da menopausa é chamado de climatério. Como consequência, o organismo deixa de fabricar os hormônios estrogênio e progesterona, causando mudanças no corpo da mulher.

O Angeliq serve para diminuir sintomas, que podem ser:

  • Insônia
  • Suor Exagerado
  • Depressão
  • Ondas de Calor
  • Perda de Massa Óssea (Osteoporose)
  • Irritabilidade
  • Redução no Desejo Sexual
  • Falta de Atenção
  • Problemas Cardiovasculares.

Além desses sintomas, o Angeliq previne contra a retenção de líquido, que causa inchaços. Vale lembrar que o Angeliq é um medicamento de controle hormonal e não anticoncepcional como alguns pesam. Ele não pode ser usado como contraceptivo.

Contraindicações do Angeliq

O Angeliq traz muitos benefícios, mas também pode trazer problemas de saúde se não for administrado corretamente, e por um profissional da saúde. O tratamento de reposição hormonal com Angeliq não é indicado quando a mulher se encontra nas seguintes condições:

  • Histórico ou presença de tumor no fígado, sendo benigno ou maligno.
  • Doença grave no fígado
  • Sangramento vaginal atípico
  • Suspeita ou confirmação de câncer de mama
  • Hipertrigliceridemia, ou seja, nível altíssimo de triglicerídeo no sangue
  • Histórico ou presença de trombose venosa profunda (TVP)
  • Risco elevado de trombose venosa ou arterial
  • Histórico ou confirmação de doença renal grave
  • Histórico de acidente vascular cerebral (AVC)
  • Histórico de infarto do miocárdio
  • Hipersensibilidade a qualquer substancia do medicamento.

O tratamento com Angeliq deve ser interrompido mediatamente com o surgimento de enxaquecas ou dor de cabeça muito forte e frequente, problemas imprevisíveis de audição ou visão, sangrar ao tossir, dificuldade para respirar, dores anormais nas pernas ou braços, gravidez ou icterícia.

Outras Recomendações

A terapia com Angeliq tem a capacidade de diminuir a pressão arterial, ajudando mulheres que sofrem de hipertensão. Mulheres com diabetes também podem fazer uso do medicamento, porém devem ser cuidadosamente acompanhadas durante o tratamento.

O consumo de bebidas alcoólicas excessiva pode atrapalhar o tratamento.

O remédio Angeliq para controle hormonal não pode ser usado por grávidas nem por mães que ainda amamentam.

O tratamento para reposição hormonal deve ser prescrito e acompanhado por um médico.